Chuvas deixam municípios do maranhão em estado de emergência


Pelo menos 64 municípios do Maranhão estão em situação de emergência por causa das chuvas. As informações são do Corpo de Bombeiros do estado. Mais de 35.800 famílias foram afetadas pelas inundações e pelo menos 7,7 mil estão desabrigadas ou desalojadas. Desde março, seis mortes foram registradas por causa das fortes chuvas, que não param.

Comunidades inteiras estão isoladas. Em todo o estado, nove rios, além de riachos e açudes, transbordaram. Uma das cidades mais prejudicadas é Trizidela do Vale. A prefeitura antecipou as férias dos estudantes de julho para abril, porque cinco escolas estão alagadas e outras sete servem de abrigo no momento.

A Defesa Civil maranhense está prestando auxílio às famílias, com  entrega de colchões e cestas básicas. Bombeiros e Defesa Civil também estão percorrendo as comunidades que residem ao longo do Rio Itapecuru, para prestar auxílio. O nível do rio subiu em várias cidades, como é o caso de Codó e Itapecuru Mirim.

O governo do Maranhão criou, desde março, o Comitê Gestor de Prevenção e Assistência às Vítimas das Chuvas. Entre as ações imediatas estão a distribuição de 100 mil cestas básicas e pescados para as famílias atingidas e quentinhas da rede de Restaurantes Populares. Ainda foram providenciados kits de conectividade e emissão de documentos, além do aluguel social para famílias desabrigadas em 20 municípios.

Com o decreto de emergência, o governo federal repassou R$ 3,8 milhões para ajuda aos municípios. Pedreiras, Trizidela do Vale, Tuntum e São Luiz Gonzaga do Maranhão estão entre os que receberão dinheiro.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, vai continuar chovendo durante o final de semana em grande parte do Maranhão.

Ouça na Radioaência Nacional:



EBC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *