Com Rafaela Silva, Brasil domina 1º dia do judô no Pan de Santiago


O Brasil abriu as disputas do judô nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, com os seis atletas que foram ao tatame conquistando medalhas, sendo quatro douradas. Caras novas, como Aléxia Nascimento e Michel Augusto, e experientes, como Larissa Pimenta e a multicampeã Rafaela Silva, foram ao topo do pódio neste sábado (28), em que se celebra o Dia Internacional da modalidade.

A vitória de Rafaela teve gosto especial. Ela até tinha vencido a categoria até 57 quilos (kg) no Pan de Lima, no Peru, em 2019, mas teve a medalha cassada após ser pega no doping. Dona de dois títulos mundiais (2013 e 2022) e um olímpico (2016), essa carioca de 31 anos não demorou a aplicar dois wazaris (quando o atleta derruba o adversário de lado) e a derrotar a argentina Brisa Gómez, tornando-se a primeira judoca do país a ser campeã de tudo no esporte.

“Na primeira luta, veio um pouco da lembrança de 2019, então tive que segurar a emoção. Durante os últimos quatro anos eu pensei nesses Jogos de Santiago. Consegui me manter forte e focar no objetivo. Foram quatro jogos batendo na trave. Prata [2011], bronze [2015], o ouro retirado. Dezesseis anos depois, consigo esse ouro”, celebrou Rafaela, emocionada, ao falar para a assessoria do Time Brasil.

Aléxia

O primeiro ouro de sábado veio com Aléxia Nascimento, que venceu a mexicana Edna Carrillo na final da categoria até 48 kg. A sul-mato-grossense de 21 anos se credenciou à competição com o título do Pan Júnior de 2021, realizado em Cali, na Colômbia. O pódio ainda teve a pernambucana Amanda Lima, 24 anos, que garantiu o bronze ao derrotar a chilena Mary Dee Vargas.

Na sequência, Michel encarou o colombiano Johan Rojas na decisão do peso até 60 kg. O paulista de 18 anos chegou a ter com duas punições (shidos) por falta de combatividade, e uma de ser desclassificado, mas reagiu e pressionou o adversário. A vitória coube ao brasileiro.

Campeã no Pan de Lima, Larissa revalidou o título da categoria até 52 kg, ao vencer a mexicana Paulina Martinez na final. Assim como Michel, a paulista de 24 anos se beneficiou do acúmulo de punições da adversária para assegurar a vitória e o bicampeonato.

O paulista Willian Lima, de 23 anos, ainda garantiu o bronze na categoria até 66 kg. Na disputa pelo terceiro lugar, o brasileiro encaixou dois wazaris para vencer o peruano Juan Postigos. A medalha dele garantiu 100% de aproveitamento do judô brasileiro no primeiro dia da modalidade em Santiago.

O Brasil volta ao tatame de Santiago neste domingo (29), com mais seis judocas: Ketleyn Quadros (categoria até 63kg), Aléxia Castilhos, Luana Carvalho (ambas até 70kg), Daniel Cargnin, Gabriel Falcão (ambos até 73kg) e Guilherme Schimidt (até 81kg). As eliminatórias começam às 10h (horário de Brasília).



EBC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *