Amapá vai receber oxigênio e equipamentos hospitalares


Em estado de emergência em saúde pública por causa de síndrome gripal infantil, o Amapá vai receber mais de 32 mil metros cúbicos de oxigênio, além de equipamentos hospitalares e um misturador de ar medicinal. O transporte está sendo feito por navio pela Marinha. São dois tanques criogênicos que começaram a ser transportados hoje (21). A carga partiu de Belém (PA), e deve chegar a Santana (AP) na terça-feira (23).

Nos cinco primeiros meses do ano, o estado enfrentou um aumento de mais de 108% na internação de crianças com síndromes gripais. A maioria dos internados têm de sete meses a quatro anos. A superlotação no Hospital da Criança e do Adolescente em Macapá fez com que até salas administrativas fossem transformadas em espaço para novos leitos. Houve ainda a ampliação de 20 para 24 no número de vagas da UTI pediátrica.

A situação foi provocada pelo vírus Sincicial Respiratório (VSR), que provoca bronquilite, inflamação que dificulta a chegada do oxigênio aos pulmões. Também foram detectados casos de Influenza A e B e covid-19.

No último dia 13, o estado decretou emergência em saúde pública. O governador Clécio Luís chegou a fazer um apelo pela vacinação. Em todo o estado, apenas 16% da população infantil apta a receber a vacina foi imunizada. O Ministério da Saúde acompanha a situação. Foram enviados kits de análise laboratorial para diagnóstico, medicamentos, além de uma equipe de epidemiologia de campo para reforçar as ações de emergência e investigação dos casos.



EBC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *